Arquivo da tag: Bangalore

Esta foto eu mandei para o FailBlog!

Quase todo mundo sabe que inglês é uma das línguas oficiais (1 entre 16), então as vezes o pessoal se perde…

Eu acredito que a palavra certa seria deface e não defecate… mas nunca se sabe né? Com a pressão que a comida local causa, é capaz de… se aprender a mirar…

Depois dou um update colocando o link para votar no failblog!

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 7.8/10 (4 votes cast)

É hora de Partir

Chegamos ao fim dessa jornada, daqui duas semanas estou voltando para o Brasil. Um ser humano pensante é incapaz de viver sem perspectiva, isso é fato. Isso é o que nos difere dos demais animais, e isso que nos fez quem somos hoje.

Estar a dois oceanos de distância dos que amamos, sem sonhos, objetivos ou perspectiva, é morrer filosoficamente, tornar-se somente uma engrenagem de uma máquina a qual não nos reconhece como parte.

A decisão foi consensual e sobretudo racional. Esforços, sacrifícios… “Abrir mão”, fizemos tudo, mas sem propósito, o esforço e o sacrifício é apenas flagelo.

A verdade, ou as verdades incomodam, doem e perturbam, muitos dos nossos amigos humanos simplesmente a ignoram, ou desprezam os que falam dela. Mas viver na verdade, sem subterfúgios ou maquiagens para mim, sempre foi meu norte. Viver dois anos e meio aqui em Bangalore me fez entrar em um loop de aparências e ilusões, preciso recuperar minha vida.

Peço desculpas ao bons amigos que fiz aqui, pois não pude oferecê-los meus melhores momentos.

Carol

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 9.1/10 (9 votes cast)

E as curiosidades não param!

Nos últimos dias tenho visto muita coisa estranha… segue algumas!

eta que o soninho ta bom hein? pelo menos esse aí está com os pés limpos! Já bata aquela senhora dormindo de pés sujos! 😉 onde já se viu chifre ser coisa boa para associar a alguma marca… por isso que não uso puma!
este carro é um dos ícones da indústria automotiva indiana! Agora basicamente só o governo ainda compra… e estaciona onde quiser! fiquem tranquilos… estava se mexendo quando tirei a foto! Este trabalhou tanto que a exaustão fez com que descansasse em um lugar não tão apropriado…

Merece um prêmio essa menina! Já vimos várias indianas com roupas mais “modernas”, esta foi a primeira vez que vi andando sozinha na rua!

Por hoje é só! 😉

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 1.0/10 (1 vote cast)

Mais pontos interessantes!

Estamos com vários visitantes do Brasil nas últimas semanas, cada um experiencia a Índia da sua maneira, e é claro, tiram fotos das partes mais “bizarras”.

Segue duas fotos curiosas:

O progressa acaba com a natureza… certo? Bom, aqui pela Índia as vezes não. Estão aumentando algumas ruas e com isso cortando árvores nas antigas “calçadas”. Na foto o pessoal aparentemente ficou com pena do que sobrou da árvore (ou com preguiça) e acabou deixando a raiz e asfaltando em volta.

É uma propaganda razoavelmente comum de colchão, a parte interessante é o pé da modelo… alguém conhece algum doido/doida que vai dormir de pé sujo !?!?

Melhor que isso não fica né?

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/10 (0 votes cast)

Não, não quero um cozinheiro, só preciso de um motorista!

Quanto mais miserável é um país, maior é a disparidade entre ricos e pobres. A classe média, quase inexistente, fica na corda bamba, tentando manter a dignidade sem os acessos de excentricidade dos realmente abastados. Bem, esse é o nosso caso, após um ano pulando de táxis, brigando em praça pública com motoristas de rickshaws, vimos que era inevitável – comprar um carro e CONTRATAR UM MOTORISTA.
Em minha vida modesta nunca imaginei ter alguém para dirigir para mim, talvez em um sonho, em que eu fosse uma Rainha ou a Madonna, mas nunca assim. Não é luxo, é necessidade.
Nessa nova cruzada decidi ingressar no Overseas Women’s Club, outro clube de expatriados aqui em Bangalore, com o foco ajudar as novas esposas chegando aqui e também com o aspecto social, angariando fundos para entidades beneficentes da cidade.
Este clube realmente é uma grande ajuda, com publicações mensais e livros-guia e o mais importante (para mim) – o banco de dados de profissionais domésticos.
Por curiosidade, fui à reunião de novos membros em um café da manhã em um dos melhores restaurantes da cidade. A reunião tinha oito mulheres dentre 28 a 48 anos, foi interessante. Representantes do Japão, França, US, Inglaterra… E eu orgulhosamente – America Latina, elas queriam saber de onde meus pais eram, pois uma pessoa como eu não poderia ser brasileira – Sendo elogio ou ofensa, não gostei.
O assunto mudou rápido, a cidade para muitas delas já estava descoberta e suas respectivas crianças já estavam matriculadas na escola mais cara da cidade (US$ 100 mil por ano, pagos pela empresa onde os seus maridos trabalham). O tema que restava era “serviçais do lar”, cada mulher daquela tinha em média 5 empregados, dentre motoristas, babás, governantas e cozinheiros.
Nenhuma delas me pareceu ter nascido em “berço de ouro”, filhas de magnatas ou remanescentes de uma família real. Mas aparentemente todas elas queriam manejar seu corpo de serviçais de maneira mais eficiente, pois normalmente o domingo (dia de folga) era um grande problema – Quem serviria um chá a elas?
Honestamente não acredito que nenhuma delas vivia dessa maneira em seus respectivos países.
Não é inveja, rancor ou despeito, mas eu não entendi o que elas fazem da vida. Casa quem cuida é a governanta, filho quem cria é a babá, comida quem faz é o cozinheiro. Bem se espera que uma mulher dessas tenha uma vida profissional? Não, elas não trabalham fora. Espera-se que sejam lindas e tenham um corpo esculpido por horas na mesa cirúrgica e na academia? Não, elas estavam bem caidinhas… Ah sim elas estudam ou fazem trabalho voluntário? NÃO, elas passam o dia gerenciando seus empregados, com problemas que provavelmente são criados para elas não se tornarem totalmente obsoletas.
Surreal.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/10 (0 votes cast)

Compramos um carro!

Depois de muita avaliação e procura, compramos o Trovão Escarlate! É um carro da Maruti Suzuki. Foi entregue hoje de manhã antes de eu vir para o trabalho. Infelizmente não fui ao trabalho dirigindo, como não tenho carteira de motorista da Índia, se der algum problema o seguro não cobre, logo… pra que arriscar?

Acima vocês podem clicar nas fotos do nosso Wagon R, o slogan do carro tem tudo a ver com a gente: “For the Smarter Race”. Agora vou começar a ligar para alguns motoristas em potencial para finalmente darmos uma volta com o carango! 😉

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/10 (0 votes cast)

Quem disse que Bangalore não tem violência?

Na rua aqui do escritório acontece muita coisa “engraçada”, a última eu até tirei uma foto.


Clique na foto para aumentar o tamanho

Existem muitas coisas interessantes nesta foto, podemos nos indagar:

A primeira é a calçada, que existe! Depois vem a pergunta, o que a mulher e o poste estão fazendo no espaço da rua? Em cima do prédio temos uma antena parabólica, uma flor ou um OVNI?

The Incredible India! 😉

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/10 (0 votes cast)

Você sabe que mora a muito tempo em algum lugar quando…

Hoje estávamos voltando do brunch quando passamos pela MG Road (a rua principal do centro da cidade) quando eu escuto um “Franciscoooo” de dentro de um auto-rickshaw que estava passando.
Era o Lawrance.
Realmente já estamos aqui a bastante tempo mesmo… acho que já posso concorrer para “vereador”… 😉

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 7.0/10 (1 vote cast)

Aniversário de 1 ano

Pessoal, só pra avisar que hoje é nosso aniversário de 1 ano de Índia!
No dia 15/07/2008 as 9:30am estávamos chegando na capital de TI da Índia, na cidade dos jardins e pubs. Depois deste ano ainda não descobrimos jardins e os pubs fecham as 11:30pm!

Parabéns para nós! 😉

Chico

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/10 (0 votes cast)