É só dar confiança pros camaradas aqui….

Por muitas vezes eu já escutei que a Índia é super segura para mulheres, que os indianos são educados e todos são pessoas de muito boa índole…

Não é bem assim…

No início deste mês veio a notícia de que uma brasileira havia sido estuprada pela proprietário da casa onde estava morando (Property dealer arrested for raping Brazilian tenant, 27).
E a continuação da história dizendo que o acusado teve fiança negada – Brazilian woman rape: Accused denied bail.
O safado deu café batizado para a moça e tirou proveito… duas vezes aparentemente fez isso!

A autora do indiagestao colocou dois postos bem importantes para as doidasmulheres que se apaixonam pelo campeões daqui. Vocês podem ler os posts aqui e também aqui (é só clicar nos aquis).

Para completar o post dela é importante ver como é interessante ver no Google Trends o que aparece quando palavras relacionadas a sexo (normal, doentio e de “vanguarda”).
Vamos a alguns exemplos:
Group sex
Índia em primeiro lugar como país e as cidades Delhi e Mumbai em primeiro e segundo lugar.

Rape sex
Índia em segundo lugar (com Paquistão em primeiro), mas como cidades é dona dos quatro primeiros lugares Delhi, Mahape, Chennai e Mumbai.

Sex Videos
Índia em primeiro como país e também com os três primeiros lugares como cidades, Delhi, Chennai e Mumbai.

Acho que qualquer lugar com mais homens do que mulheres não tem como dar certo mesmo…

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 9.5/10 (4 votes cast)
É só dar confiança pros camaradas aqui...., 9.5 out of 10 based on 4 ratings

10 ideias sobre “É só dar confiança pros camaradas aqui….”

  1. Chico, na minha opinião nem precisa dar confiança para que estes crimes aconteçam. Li esta notícia semana passada e pelo que vi a esposa do criminoso poderia ter sido cúmplice.

    Não leio o referido blog porque não aprecio sensacionalismo, mas é um fato gravíssimo e que não está sendo divulgado visto que piorou muito após a “soap opera”. Na novelinha global, que foi sucesso entre o público feminino, os “Rajs” eram lindos, ricos e amorosos, havia ponte aérea Rio de Janeiro – New Delhi e todos podiam ir e vir rápido, fácil, barato.

    Não se pode generalizar, mas a mídia não divulga que boa parte destas mulheres que estão se aventurando pela Índia se endividam para pagar a passagem, deixam seus filhos aqui e viajam para encontrar seus namorados (que geralmente são bem mais jovens) e ficam escondidas das famílias dos rapazes que nunca irão aceitá-las.

    Tem mulheres viajando para a Índia com seus computadores portáteis munidos de google tradutor, caso contrário não conseguirão estabelecer comunicação com seus namorados já que elas não falam inglês.

    Algumas mulheres saem do país pela primeira vez, sem nenhuma noção do que é estar em um lugar com uma cultura tão distinta, viajam com pouco dinheiro (algumas chegam na Índia carregando dinheiro em espécie: REAIS, achando que podem fazer compras com moeda brasileira em algum país asiático).

    Muitas viajam sem roteiro e sem referências nem das embaixadas, consulados ou da polícia. Nada justifica violência e estupro, espero que este criminoso seja realmente punido, mas tendo em vista o que está acontecendo, não é de se espantar que estas mulheres se sujeitem a ficar à mercê de todo tipo de azar. E o pior é que elas nem podem se defender ou pedir ajuda porque nem ao menos falam inglês…

    =(

  2. Potira… a menina veio fazer mestrado em uma universidade particular conceituada. Realiza o pouco dinheiro que deve ter…
    A gente sempre fala… o bom é confiar desconfiando sempre!
    As moças que vem pra cá sem preparo vão acabar tendo que pagar o preço mesmo… talvez por ser homem não consigo fazer a menor ideia do que diabos passa na cabeça dessa gente.

    Muito obrigado pelo seu comentário! 🙂

  3. hummm… Mestranda… Essa eu não sabia. Mas que coisa mais absurda ela não ter saído da casa deste homem na 1ª vez que foi violentada e não ter procurado a polícia anteriormente…

    Que triste que este tipo de coisa aconteça com uma mulher e que se repita. Agora é esperar que ele seja punido e que ela se recupere e fique bem.

    =(

  4. Oi Chico,

    Pesquisando ´brasileiros em Bangalore´ no google me deparei com seu blog e de cara na seção ´sobre´ me identifiquei…hehe

    Há um mês recebi a mesma pergunta e dei a mesma resposta…

    Trabalho em Campinas, na Bosch, e chegarei ai no começo de agosto… Gostaria de ter contato com vcs pq depois de ler todos seus posts, imagino que a coisa não deva ser fácil ai..

    Parabéns pelo Blog e aguardo um contato seu via e-mail..

    Forte abraço pra vcs!!

    Gabriel

  5. Oi …tenho curiosidade sobre a India..Tenho amigos virtuais da India…Assim a ideia que tinha sobre esse povo era de que fossem pessoas humildes e espiritualizadas e confesso que com as informaçoes obtidas no blog, fiquei decepcionada.
    Mas realmente deve ter sido ingenuidade de minha parte, ja que seres humanos sao bons ou ruins em qualquer parte do mundo… Valeu pra que eu fique esperta, obrigada

  6. Oi, bom ter esses comentarios sobre a India : a india ja foi a parte da terra que o proprio senhor Krishna esteve pessoalmente……………..lá tem muitas pessoas espiritualizadas, sobre todo em amor devocinal a deus , essas pessoas com natureza de amor espontaneo…………. exiztem muitos templos e ashrams realmente proprios para cultivar uma vida espiritual genuina .
    Aqui vai o porem : mas existen pessoas comuns ou com um desequilivrio mental talvez ……………esses homens pensan que , como no ocidente o sexo é livre mesmo antes do casamento , e as mulhres andan quase nuas na praia …achan que estas mulheres estao disponiveis quando eles querem…mas como sabemos nao é bem assim eles nao entenden, achan que atacar elas seria normal…asssim por diante…..isto é apenas meu ponto de vista pessoal…..

  7. amei o blogue, eu me apaixonei por um indiano, e ja estava pensando e viajar para lá, mas antes eu quis ler um pouco sobre a índia, e sobre como são as coisas lá, agora eu decidi que não vou lá por nada, se bem que eu gostaria de conhecer o país, mas prefiro não arriscar.. prefiro o meu Brasil mesmo

    Obrigada por existir esse blogue… 🙂